Perguntas Frequentes sobre o Serviço de Catering para Casamentos! (FAQ)

Se está em preparativos para o casamento, é normal que tenha 1001 perguntas sobre TUDO! Um dos maiores quebra-cabeças é sem dúvida o serviço de catering. É por isso que recolhi algumas das perguntas mais comuns e, unindo a minha experiência a pesquisas que fiz, cheguei a este conjunto de respostas. Espero que a ajude a ter uma melhor ideia sobre o que esperar quando estiver à procura de um serviço de catering em Lisboa!

Quanto custa o serviço de catering nos Casamentos?

Se vai realizar o seu casamento em Lisboa, pode esperar um valor/pessoa entre 50€ e 90€, sem IVA. Com 50€, obtém o essencial que será certamente satisfatório. Aos 70€, já terá um menu marcante e aos 80€ é de esperar alguns luxos ou pratos mais requintados. Os 90€ estão reservados para pratos e serviços distintos e muito sofisticados.

Com algumas empresas de catering, crianças até 3 ou 5 anos não pagam e crianças até 10 podem pagar metade. Escolha bem!

O que pode vir a incluir um serviço de catering nos casamentos?

O normal no serviço de catering de um casamento é o seguinte e por essa ordem: Cocktail de recepção, sopa, prato de carne, prato de peixe, sobremesa. Inclui ainda bebidas à descrição, café, mesa de doces, mesa de frios, mesa de queijos, mesa de Marisco, mesa de frutas, mesa de salada, Bolo de noiva servido com Espumante.

Alguns locais também oferecem o fogo de artifício e é normal que o bar nunca encerre!

Quando devo reservar a empresa de catering para o casamento?

No mínimo 6 meses antes do casamento. Sugiro que marque o serviço de catering na mesma altura em que reserva o local para o copo de água. Muitas vezes, o local de realização da festa também fornece o catering, como é o caso das quintas. Esta é uma excelente solução que lhe garante alguma paz de espírito, pois é um 2-em-1 com baixa probabilidade de correr mal!

 

SOS: Decidir a playlist de casamento

Decidir a playlist de casamento é algo que a maioria dos noivos deixa para as semanas imediatamente antes da grande cerimónia. O que é compreensível: afinal, tratar do catering, reservar a quinta, definir a lista de convidados e escolher o vestido são tudo coisas que exigem uma antecedência muito maior. Portanto, o DJ, as flores e a joalharia da noiva são dos últimos pontos a “atacar”.

Não há ninguém que não tenha a sua opinião sobre as melhores músicas para um casamento. Quem é mais tradicional prefere música clássica – pelo menos as duas primeiras devem ser valsas. Outros, que vêem a música apenas com uma parte da festa pós-banquete, preferem playlists com música “para dançar”. E ainda há os que defendem que nada disso importa, desde que os noivos escolham aquilo de que realmente gostam.

 

O website Casamentos já fiz a sua sugestão daquela que seria a playlist ideal para os noivos portugueses. O Spotify também vos pode dar ideias: procure playlists tocadas em casamentos, por exemplo. Outra ideia é ver as músicas que tocam mais vezes e comparar: os artistas que têm em comum são os que deviam escolher. Afinal, quem é que não quer ter algumas músicas em que toda a gente cante palavra por palavra?

 

Se estas soluções não vos estão a convencer, então o melhor é mesmo começar a pensar em contratar DJs especializados em casamentos. Ao contrário dos DJs para discotecas, que fazem remixes e misturam as músicas para as deixar mais “dançáveis” e nunca interromper o ritmo, os DJS para casamentos procuram ter músicas divertidas mas bem menos electrónicas – raramente alteram a versão original.

 

Uma boa maneira de começar a procurar DJs especializados em casamentos em Lisboa e DJs de casamentos no Porto é a Fixando. Através da plataforma (que é portuguesa, já agora!), pode especificar desde logo o que está à procura. Depois, recebe propostas e pode trocar mensagens com os profissionais. Assim tão simples: em poucos minutos, pode resolver todo o imbróglio que é a playlist para o seu casamento.